Martinha, a primeira taxista mulher de Maputo

IMG_2244 v2

Martinha, 40 anos de idade, casada, mãe de 4 filhos. Primeira taxista de Maputo. Assumiu esta profissão há 2 anos atrás quando perdeu seu pai, também taxista, aos 83 anos vítima de um assalto. Entre os bancos da frente, um livro lhe entretém, entre um passageiro e outro. O livro “Um História de Poligamia” de Paulina Chiziane, escritora moçambicana mais conhecida em Portugal do que em Moçambique, foi presente de uma cliente e amiga portuguesa. “O livro fala sobre o problema que estou vivendo.” diz Martinha. O marido teve uma filha com uma “fulana” e ela sofre com seus “miúdos” Continuar lendo…

os mercados de Maputo, Moçambique

Mercado Municipal Maputo Moçambique mercados de Maputo vendedora

Uma das atrações imperdíveis de Maputo são os mercados. Eles deixam a cidade mais colorida, viva e refletem a alma do povo e da cidade. É ali que o povo comercializa, socializa, conversa, troca, compra, se alimenta, se diverte e onde os turistas podem começar a observar e tentar entender a dinâmica do povo. São os mercados que caracterizam o cheiro da cidade – uma mistura de castanha assada, carvão, peixe fresco e os aromas das madeiras das esculturas.   Os principais mercados de Maputo são:   Mercado Municipal ou Mercado Central É o mercado mais antigo de Maputo. Tem Continuar lendo…

vaso Vista Alegre, pintura de Chichorro e livro de Mia Couto

vaso Vista Alegre edição comemorativa livro Mia Couto pintura Chichorro arte Moçambique 3

Conheci em Maputo o vaso de porcelana da Vista Alegre (empresa portuguesa referência em louça), da coleção limitada chamada 1+1=1. É uma edição comemorativa em homenagem aos grandes nomes da arte e literatura moçambicana. O vaso é da Vista Alegre, a pintura é do artista Chichorro, conhecido por suas pinturas e ilustrações coloridas, emblemáticas de Moçambique, e o texto do livro “Mar me Quer” que vem junto com o vaso é de Mia Couto, publicado em 1998, um dos textos mais admirados do autor. A edição limitada conta com 1.000 peças exclusivas. A loja da Vista Alegre de Maputo foi Continuar lendo…

Machangulo Beach Lodge, Moçambique

Machangulo Beach Lodge Baia de Maputo Moçambique varanda

Quem diria que ali perto de Maputo teria uma escapada de praia tão silenciosa e intocada. Numa praia indômita, ora serena, ora selvagem com a mudança das marés, no encontro do Mar Índico e a Baía de Maputo, está o Machangulo Beach Lodge. Esta mistura de hotel boutique e pousada de luxo fica no canal entre a ilha de Inhaca e as dunas da península de Santa Maria. É uma beleza intacta que fica apenas 1 hora e 20 minutos de barco da marina de Maputo. O lodge é um mirante para o Oceano Índico, que independente do mar estar Continuar lendo…

histórias de Maputo

IMG_6736 v2

Raquel, a cozinheira do Mercado do Peixe que preparou a refeição mais deliciosa de Maputo até agora ficou encantada ao me ver entrar na sua cozinha pra agradecer aqueles camarões, lulas, peixe e ameijoas. Ela disse que tem um cliente brasileiro que quer levá-la para o Brasil, também encantando com seus temperos. Ao se despedir disse “quem sabe a próxima vez que nos vemos não é num restaurante no Brasil?”   Miguel, vendedor de peixe do Mercado de Peixe, ao me ver tirando fotos, pediu que eu tirasse uma foto dele. Perguntou de que cidade eu era no Brasil. “Salvador” Continuar lendo…

onde comer em Maputo, Moçambique

restaurante Zambi Maputo Moçambique camarão tigre aonde comer em Maputo 1

Além do Dhow Café, um restaurante que tem que ir aqui em Maputo, tem 2 restaurantes que comi deliciosamente bem. No Zambi comi o famoso camarão tigre. É um prato que TEM que provar aqui em Moçambique. De entrada o camarão caramineiro e o lagostim também são deliciosos. O restaurante tem mesas do lado de fora e interior com ar condicionado. Tem buffet nos finais de semana, mas o bom mesmo é pedir os mariscos a la carte. Restaurante Zambi Av. 10 de Novembro, 8 Maputo, Moçambique   No Manjar dos Deuses, que também é bem arrumadinho, comi o famoso caril Continuar lendo…

as capulanas de Moçambique

capulana Moçambique estampas

“A capulana pode ter origem no exterior mas é moçambicana pelo modo como a amarramos. E pelo modo como esse pano passou a falar conosco” diz Mia Couto. Ela retrata Moçambique. A capulana é um pano estampado tradicional de Moçambique, usado pelas mulheres como uma canga, envolvendo o corpo. Ela pode ser usada como saia (quase sempre), mas também tem a versão de blusa e o pano da cabeça. As estampas de cores ora vivas, ora terra, são lindas e usadas por todo o país. São encontradas em ambulantes e lojas especializadas. Em Maputo, uma loja tradicional de capulanas é Continuar lendo…

Dhow Café – Maputo, Moçambique

Dhow Café restaurante loja de decoração Maputo Moçambique pôr do sol 10

O Dhow Café em Maputo, Moçambique segue a tendência de espaços multi-uso que vemos por todo o mundo – uma mistura de café, restaurante, loja de decoração e galeria de arte. O lugar tem uma vista incrível e um ambiente delicioso. Você entra, passa pela loja de artesanato, arte, móveis, objetos de decoração, acessórios e joias, tudo de bom gosto e super bonito, segue pelo jardim com piscina e vista da cidade e vai até o café / restaurante que tem pratos e drinques. O forte do lugar é ver o pôr do sol com vista para o porto e Continuar lendo…

fatos e curiosidades sobre Moçambique

índice IDH Moçambique

Chegamos em Moçambique. O que estou descobrindo é que este país é uma jóia rara da África que pouco se sabe a respeito. Com muitas empresas brasileiras fazendo negócios em Moçambique (como a Odebrecht e a Vale) isso vêm mudando um pouco. Mas a verdade é que Moçambique esconde vários segredos. Aqui vão alguns fatos e curiosidades sobre Moçambique: -       É uma ex colônia portuguesa, portanto fala-se português -       A independência de Portugal foi em 1975, ou seja, bem recente. -       Portanto, a influência portuguesa é grande, aqui você encontra pastelarias, padarias, bons vinhos portugueses, pão d’água e muitos produtos Continuar lendo…