o simbolismo da libélula

o simbolismo da libélula

Foi no Vietnã e em Laos que aprendi sobre o simbolismo das libélulas. Estas pequenas, frágeis e ágeis criaturas sempre me chamaram a atenção, e agora que sei que o representam nestas culturas Asiáticas, as aprecio ainda mais. No Vietnã, tradicionalmente, a libélula é o símbolo da transformação e o processo constante de mudança da vida. Elas são excelentes voadoras, disparam como a luz e mudam de direção com rapidez. Considerada uma mensageira, ela transita entre ar e água, transpassando as influências de ambos os elementos por onde passa. Renovação, forças positivas e o poder da vida são as principais Continuar lendo…

Soweto, um bairro cheio de vida e história em Johanesburgo, África do Sul

porque ir a Soweto Africa do Sul

Soweto. Parece até um nome africano, mas é um acrônimo para “South Western Townships” (favelas do sudoeste). Soweto é um bairro no subúrbio de Johanesburgo, África do Sul, mas cresceu tanto que dizem que é uma cidade dentro de uma cidade. Nos anos 50, negros foram enviados pra lá durante o apartheid, de onde o governo designou como bairros pra brancos. O bairro cresceu rapidamente, mas claro, de forma nada planejada. Principalmente com as taxas crescentes de imigrantes a procura de oportunidades de trabalho e melhor condição de vida. Soweto não é apenas a maior comunidade urbana de negros da Continuar lendo…

fatos e curiosidades sobre Moçambique

índice IDH Moçambique

Chegamos em Moçambique. O que estou descobrindo é que este país é uma jóia rara da África que pouco se sabe a respeito. Com muitas empresas brasileiras fazendo negócios em Moçambique (como a Odebrecht e a Vale) isso vêm mudando um pouco. Mas a verdade é que Moçambique esconde vários segredos. Aqui vão alguns fatos e curiosidades sobre Moçambique: -       É uma ex colônia portuguesa, portanto fala-se português -       A independência de Portugal foi em 1975, ou seja, bem recente. -       Portanto, a influência portuguesa é grande, aqui você encontra pastelarias, padarias, bons vinhos portugueses, pão d’água e muitos produtos Continuar lendo…

o que você não pode deixar de ver em Berlim

DSC_0127-v2

O que você não pode deixar de ver em Berlim:   Parlamento Curiosidade: 1 mês depois que Hitler assumiu o poder, o Parlamento pegou fogo. Caiu na mídia que foram os comunistas revoltados que botaram fogo no prédio, sede do governo. Eram os primeiros sinais da propaganda da Segunda Guerra Mundial.   Portão de Bradenburgo O “arco do triunfo” alemão é a única entrada remanescente de várias para a cidade de Berlim.   A obra de Frank Gehry Fica dentro do prédio do DZ Bank, na praça do Portão de Bradenburgo, (Pariser Platz 3).   Galeria de arte Sammlung Boros Continuar lendo…

a exposição de Louis Vuitton e Marc Jacobs em Paris

IMG_2170-v2

Está passando em Paris a exposição de Louis Vuitton e Marc Jacobs no museu Les Arts Décoratifs.   Duas personalidades com contribuições importantes para o mundo da moda. Louis Vuitton, fundador da casa homônima (em 1854) e Marc Jacobs, diretor artístico da marca desde de 1997. Dois inovadores que colaboraram para um avanço na indústria da moda, nos seus respectivos séculos. Dois criadores, cada um com sua linguagem, fazendo história a partir de códigos culturais e tendências que ajudaram a moldar este setor.   A exposição é mais um convite para análise, com alguns dados de retrospectiva, analisando a história Continuar lendo…

a foto do famoso beijo do Muro de Berlin

DSC_0270-v2

  Você provavelmente já viu essa imagem, mas conhece a sua história e onde fica? Este é o grafite mais marcante e mais conhecido do Muro de Berlin, pintado por Dmitri Vrubel, inspirado em uma fotografia que existe, registrando um acontecimento em Berlin Oriental em 1979. A foto tirada por Regis Bossu foi quando Brezhnev, Secretário Geral do Partido Comunista Soviético, visitava a Alemanha Oriental para celebrar o aniversário da nação Comunista. Quando Brezhnev terminou seu discurso, o então Presidente da Alemanha Oriental Honecker, abriu seus braços para uma saudação com um beijo, comportamento habitual entre colegas comunistas, mas desta Continuar lendo…