africa

Soweto, um bairro cheio de vida e história em Johanesburgo, África do Sul

Soweto.

Parece até um nome africano, mas é um acrônimo para “South Western Townships” (favelas do sudoeste).

Soweto é um bairro no subúrbio de Johanesburgo, África do Sul, mas cresceu tanto que dizem que é uma cidade dentro de uma cidade.

Nos anos 50, negros foram enviados pra lá durante o apartheid, de onde o governo designou como bairros pra brancos.

O bairro cresceu rapidamente, mas claro, de forma nada planejada. Principalmente com as taxas crescentes de imigrantes a procura de oportunidades de trabalho e melhor condição de vida.

Soweto não é apenas a maior comunidade urbana de negros da África do Sul, mas também foi palco de grandes acontecimentos.

Foi o centro de campanhas políticas e manifestação estudantis para desmontar o governo do apartheid.

Em algumas partes, como em Diepkloof, você vê uma favela com o que eles chama de “matchbox houses” ou casas de caixa de fósforo.

De outro, você vê mansões da classe media que mudou de vida. Uma delas é da polemica Winni Mandela. Dizem que um jogador de futebol foi encontrado morto dentro da casa. Ninguém é muito fã dela.


Na Vilakazi Street tem algumas casas e fatos importantes. É onde fica a casa de Mandela, que virou museu. Está até descaracterizada e explorada. Foi onde ele morou antes de ser preso.

A Vilakazi Street é uma rua onde moraram dois vencedores do Prêmio Nobel, Mandela e o arque bispo Desmond Tutu.
Esta rua também é famosa pelo assassinato do estudante Hector Pieterson de 12 anos, morto nas manifestações de 1976 contra o apartheid.

 

Atualmente Soweto é uma grande mistura de culturas e sub culturas sul africanas, misturando imigrante, classes emergentes e as gerações que nunca saíram dali.

O Wandy’s restaurant continua sendo um dos mais tradicionais.

Esta sub cultura próprio gerou até um dialeto, com gírias próprias, falada pelos jovens, o tsotsitaal.

Apesar de não ser um dos bairros mais bonitos de Johanesburgo, é um lugar que vale a pena conhecer por ter alma, cultura, caráter e muita história.

Para entender melhor o bairro e para me sentir mais segura, eu fui a Soweto com um guia da empresa Propel Africa, que tem um ótimo serviço.

One thought on “Soweto, um bairro cheio de vida e história em Johanesburgo, África do Sul

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


− two = 3

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>