cultura

que som bom – Ludovico Einaudi

Quando o filme Intocáveis começou, com aquela trilha indelével de Ludovico Einaudi, já comecei a chorar. E não sou de chorar em filme.

.

 

É que a música de Ludovico faz parte de minha vida há muito anos. Quando estive em Modena, a família italiana com quem estava hospedada me presenteou com o CD Una Mattina e ele se tornou meu pianista preferido.

De lá pra cá, comprei todos os CDs dele e ele me acompanha em viagens, antes de dormir, ao trabalhar, na inspiração…

Tem anos que Ludovico Einaudi e eu andamos juntos.

.

 

Já tentei ver um dos seus concertos, mas não aconteceu. Ainda.

Ver um concerto dele está na minha bucket list, ou lista de coisas pra fazer antes de morrer.

.

 

E agora, com o filme Intocáveis, ele finalmente sai para o mundo, tocando a vida das pessoas.

Mas Ludovico já fazia sucesso na Europa, principalmente Itália e Inglaterra.

 

Ele também fez a trilha de Doutor Jivago.

.

 

A música deste compositor e pianista nascido em Turim, na Itália é minimalista, clássica mas ao mesmo tempo contemporânea.  E acima de tudo, comovente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


− 2 = three

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>