marrakech

O que ver em Marrakech

Marrakech é um lugar exótico super fácil de chegar e relativamente perto. É uma África acessível. Com voos diretos de Barcelona e Madrid, dá pra ir “num tapa” na próxima ida à Espanha. Inclusive tem vôos low cost, da Easy Jet.

A cidade borbulha com paisagens de mesquitas e montanhas e um colorido ocre vibrante.

Com fontes e mosaicos por todos lados, criaturas vestidas a caráter com cobras, macacos e fumaças, cheiro de especiarias, suco de laranja delicioso – a câmera fotográfica não descansa.

 

 

Quando ir à Marrakech?

Final do ano é alta estação e portanto os preços estão mais caros.
Julho e agosto faz bastante calor.
Outubro e novembro tem temperaturas ideais.
Fevereiro e março também é uma boa época quando a alta estação já declinou.

 

Bem, mas o que há de imperdível na cidade?

 

Aqui esta uma lista de coisas que você não pode deixar de ver e fazer em Marrakech:

 

Ande sem medo pela praça Djemma el Fna, vendo encantadores de serpentes, macacos selvagens, estandes de sucos de laranja espremidos na hora e de tardinha sobe o cheiro da carne sendo assada com especiarias.
Atenção: muitos destes personagens vão querer cobrar por fotos e se você tirar com a câmera apontada pra eles, vão ficar atrás de você para receber um trocado. Então ou pague, ou seja discreto, ou use uma lente mais potente.

 

Para ver a vista da praça de cima, tome um café ou chá de hortelã no Café de France, um pouco turístico, mas é também um dos cafés clássicos.

 

Negociar por tesouros escondidos e artesanatos nos labirintos dos souks (mercados) coloridos pode ser uma tarefa árdua, cansativa, mas muito interessante. Entre, negocie, compre ou sente, tome uma chá de hortelã e negocie mais um pouco. Espie artesãos trabalhando, seja fazendo um instrumento, lenços coloridos ou costurando sapatilhas pontudas.

 

 

A Mesquita de Koutoubia, perto da praça Djemma el Fna, ao lado da avenida Mohamed (a principal da cidade) é a maior mesquita de Marrakech e seu cartão postal. A minarete da mesquita tem quase 70 metros de altura e é o edifício mais alto da cidade. Quem não é muçulmano não entra, mas pode andar pelo recinto.

Uma curiosidade: o nome Koutoubia vem da palavra árabe al-Koutoubiyyin que significa bibliotecário, pois a mesquita, no passado, era o local onde vendedores de manuscritos se alojavam.

 

 

O Palácio Bahia, que significa “brilho”, foi construído em 1900 e tem decorações esplendorosas do chão ao teto, portanto olhe de cima abaixo. Os jardins são lindos, tetos de mosaico, detalhes em todas as paredes e pátios com bastante verde e fontes. A arquitetura é feita de azulejo, gesso e madeira de cedro (cujo o cheiro espanta os insetos). O palácio é composto de riyads (que significa casa grande), que são compostos de 4 quartos, fonte, jardim e bacia de água.

Uma curiosidade: a estrela que você vê no chão (e em outros lugares da cidade) representa as 3 religiões monoteístas e os 5 credos do islamismo, são eles: 1) só tem um Deus 2) Maomé é o último profeta 3) rezar 4) fazer jejum 5) doar para os pobres.

 

 

As Tumbas de Saadian ficam dentro de um palácio onde sultões e príncipes foram enterrados da Dinastia Saadian. Outro lugar de arquitetura típica com lindos jardins, mausoléus e colunas de mármore.

 

O Jardim Majorelle é um dos lugares mais bonitos da cidade. Criado nos anos 20 pelo artista francês Jacques Majorelle, foi depois restaurado por Yves Saint Laurent, e virou sua residência privada, estilosa e fora da loucura da cidade. Dentro tem um cafe fofo pra sentar e tomar alguma coisa. Vamos combinar que deveria ter um Pantone azul Marrakech que poderia ser o Pantone do ano.

 

 

A Koranik School é uma antiga escola que já não funciona, mas mantém outra bela arquitetura típica marroquina.

 

Veja o pôr do sol com uma vista do terraço da cobertura do Café Arabe tomando drinques, beliscando ou encare um cuscuz no tagine.

 

Se permita, se cuide e relaxe em um hammam no seu hotel. É o banho turco onde você se sentirá um rei ou rainha, com súditos limpando, esfoliando e hidratando a sua pele. Você sentirá os aromas dos sabonetes de azeite de oliva, cedro e eucalipto. Pele macia garantida.

 

Depois fuja para as montanhas Atlas, em um passeio durante o dia. Você pode conhecer a casa de uma família bérbere e tomar chá de hortelã feito na hora com eles. Neste trajeto você também pode conhecer os locais de produção do óleo de argan, famoso para hidratar o cabelo e a pele.

O bom de viajar é fazer novas amizades.

 

Nesta região das montanhas Atlas são produzidos muitos produtos de beleza e cosmético, como os sabonetes de azeite de oliva.

A marca Nectarome tem produtos orgânicos como sabonetes, cremes e essências. Você pode comprar no shopping Almazar ou ir na fábrica deles nas montanhas Atlas.

 

A primeira vez que fui a Marrakech fiz tudo a pé, de taxi e ônibus de site seeing (hop on, hop off).

Nesta última vez vi a cidade com um guia para conhecer melhor a história e recomendo nosso guia que fala português e espanhol:

Omar Amraoui
telefones: 06 10 65 6080 / 06 60 85 94 80
email: [email protected]

3 thoughts on “O que ver em Marrakech

  1. Caí no teu blog por acaso e já virei fã!! lindo, super organizado, diferenciado e explicativo! voltarei várias vezes ;)
    sobre marrocos…foste sozinha?? tenho uma vontade imensa de conhecer o país, até cogito seriamente a possibilidade de ser ainda em 2013, mas sempre fico com pé atrás – sempre comentam que mulheres não devem andar por lá sozinhas, por conta propria (e, provavelmente, será esse o meu caso). É tranquilo e seguro? ou recomendas realmente uma companhia?
    desde já, muito obrigada!
    grande beijo,
    su.

    • obrigada! não fui sozinha pro Marrocos não, sempre com companhia e acho que seria mais agradável desta forma. Se você não tiver companhia, ande com um guia lá ou então se junte a um grupo. Não gosto de viagens em grupo, mas para certos lugares pode ser mais confortável. Não acho que tenha perido uma mulher sozinha, mas não é agradável. Os homens olham muito para as mulheres, ficam oferecendo coisas pra você comprar e por estar vestida diferente, você vai chamar a atenção. bjo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


+ 3 = seven

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>