roteiro cultural de Salvador, Bahia

DSC_0768-v2

Salvador tem uma cultura própria, enraizada no seu passado. Não há outro lugar no Brasil que vá tão a fundo na influência dos escravos africanos. É evidente na cor da pele, na cor da comida, no batido dos timbais, na tradição do candomblé, nas oferendas no mar. No meio deste sincretismo estão atrações culturais, passando pelos locais cantados, pintados, retratados e desfrutados por Caetano, Gil, Betânia, Gal, Caymmi,  Carybé, Pierre Verger… Este é o meu roteiro cultural de Salvador para você.   MAM – Museu de Arte Moderna Arte dentro de um contexto colonial com vista para o mar, com Continuar lendo…

onde comer em Salvador, Bahia

DSC_0870-v2

Nem só de vatapá, caruru e acarajé vive o cenário gastronômico baiano.  E o dendê e a pimenta podem até ser protagonistas, mas não onipresentes. Salvador oferece, cada vez mais, lugares interessantes para comer, beber e jogar conversa fora em ambientes bem gostosos com vistas bonitas. Sabe aquelas comidinhas que você não pode deixar de provar? Pronto, aqui vai uma lista de restaurantes, bares e cafés que você não pode deixar de experimentar quando for a Salvador.   Bares Boteco do França Em um beco no Rio Vermelho, viva a vida boêmia soteropolitana. O boteco do França não tem nada Continuar lendo…

Praia dos Livros – café, livraria e sebo em Salvador

DSC_0911-v2

Tem um lugar em Salvador que consegue unir sol, praia e literatura, é a Praia de Livros no Porto da Barra. Este lugar é uma mistura de café, livraria e sebo,  com música gostosa enquanto você garimpa livros e CDs. Quem diria que o Porto da Barra, ponto turístico de Salvador, onde tem uma praia lotada, teria este espaço cultural. Nesta livraria/sebo você pode assistira a pequenos shows com DJs, música ao vivo, dança flamenca ou saraus de poesia. Para comer, sanduíches, quiches, doces e claro, muito café. Preços: quiche R$6, expresso R$3. Praia dos Livros Av. 7 de Setembro, Continuar lendo…

Zank, um boutique hotel cheio de charme em Salvador

DSC_0615-v2

Se tem um hotel charmoso em Salvador, na Bahia, é o Zank. Este boutique hotel administrado por 3 irmãs de Cuiabá, radicas na capital baiana, reflete todo o cuidado e carinho que elas tem pelo seu negócio. O amor está nos detalhes, não é verdade? E este hotel é repleto de detalhes: no serviço, na decoração, nos ambientes… Abrigado em um casarão colonial, onde o charme já começa no chão onde você pisa, o estilo se revela uma combinação de clássico e contemporâneo. Os ambientes tem uma decoração agradável aos olhos, que não dá vontade nem de sair daquele pequeno Continuar lendo…

em busca do acarajé perfeito

acaraje

O lado bom de não morar mais em Salvador é estar livre da tentação do acarajé. Quando sinto aquele cheiro, é impossível resistir. Em uma visita à terra da alegria, me envolvi numa espécie de pesquisa degustativa de acarajé em diferentes pontos da cidade a fim de concluir qual é o melhor acarajé de Salvador. Para muitos residentes da cidade, a resposta é simples, objetiva e automática. Para outros, é mais longa, cheia de variáveis e múltipla. Em alguns dias percorri do aeroporto, ao famoso templo do acarajé – o Rio Vermelho, à Itapoã, passando pela Lucaia, seguindo por Lauro Continuar lendo…

maturi, biribiri, olicuri… Restaurante Paraíso Tropical, em Salvador

dsc_0803

Com essa história de gostar de fotografar, escrever e relatar tudo nesse blog, além de adorar comer e beber… Na última vez que estive em Salvador, minha mãe me disse: “tem um lugar que você precisa conhecer”. E também, nosso primo Vavá é amigo de longas datas de Beto, o dono do restaurante. Chegar la não é nada fácil. O restaurante Paraíso Tropical fica no Cabula, longe do turismo e do requinte de Salvador. Mas o sítio com horta, jardim e pomar com 6.000 pés de frutas, faz valer o trajeto. É nesta riqueza que o chef premiado retira os Continuar lendo…

expressões baianas

fitas do bomfim

Eu me divirto com as expressões baianas… – “Tem suco de cajá, moço?” – “Tem, mas acabou!” Minha casa fica “defronte” (em frente a) do posto. “Paruano” (ano que vem/ daqui a um ano) vou comprar um carro novo. Eu vou viajar “de hoje a oito” (daqui a uma semana). Aí tem também as expressões baianas mais arcaicas: Miliquinhentos – mil e quinhentos Acadimia – academia Dilícia – delícia