Melbourne, onde todas as tribos se encontram em bares incomuns

o que fazer em Melbourne Australia

Cidades com bairros distintos, diferenciáveis e cheios de individualidade me atraem. É como se várias pequenas cidades se juntassem pela energia maior da urbe que as abriga. Nova York, Paris e Londres indiscutivelmente tem este aspecto multicultural, multicolorido, multiurbano. E Moulbourne também. Nas devidas proporções. Quando penso em cidades que aprecio verdadeiramente, percebo que são aquelas que têm bairros onde você pode passar um final de semana inteiro nele, explorando incansavelmente e não deixa de fazer pequenas (e grandes) descobertas aprazíveis. Sem muito glamour, apesar de ser uma cidade extremamente europeia, Melbourne me cativou pelos cafés, pequenas lojinhas criativas, arte Continuar lendo…

Uma história de amor, decadência, anseio e chocolate. Muito chocolate.

mb

Quando estive em Israel em Agosto de 2007, minha amiga Gal, quem fui visitar, me levou num restaurante peculiar em Herzliya (perto de Tel Aviv) chamado Max Brenner. Um restaurante onde tudo no cardápio envolve chocolate. Max Brenner, um careca, criou uma ode ao chocolate que virou um estilo de vida, uma cultura chocólatra baseada numa história de amor, que hoje pode ser vivida não apenas em Israel, mas em diversos lugares do mundo. Lugares peculiares normalmente têm histórias envolventes. Amo histórias envolventes. Ao abrir o menu, fui logo procurar a história de Max. Quem seria esse careca criativo? Como Continuar lendo…