Murad Osmann – o fotógrafo levado pela namorada mundo afora

fotógrafo Murad Osmann fotos levado pela namorada viagem pelo mundo instagram 11

Pra quem já viciou no instagram (quem não?), siga o @muradosmann. Este fotógrafo e produtor de vídeo russo caiu nas redes sociais com a ideia fantástica e esteticamente atraente que se você gosta de viajar, não tem como não curtir. Murad Osmann é o criador da série fotográfica #FollowMeTo onde ele viaja pelo mundo com a namorada e registra a sua amada levando- o pra lindos lugares. Tudo começou em Barcelona em 2011 quando Nataly, a namorada, deu um “chilique” porque não aguentava mais os cliques de Murad, então pegou sua mão e arrastou ele. Foi este gesto que o Continuar lendo…

a fotografia de Zwelethu Mthethwa

Zwelethu Mthethwa 4

Compartilho com vocês o trabalho do fotógrafo sul africano Zwelethu Mthethwa. A fotografia de Mthethwa foca em portrait, ou seja, fotografia de pessoas. A proposta dele é expor a identidade verdadeira e completa de seus modelos. Ele diz que portrait é a arte de chegar à pele das pessoas. Mas ele não quer só captar a aparência física, ele também quer mostrar a relação que eles tem com seus pertences, seus ambientes, seus habitats. Mthethwa confessa: muito do seu trabalho é autobiográfico – reflete um pouco de sua personalidade e identidade. Sua última série “Hope Chest” ou baú da esperança Continuar lendo…

museus e galerias de arte em Berlim

DSC_0542-v2

O distrito das artes e galerias em Berlim é a Augustestrasse, mas não é só lá que tudo acontece. Aliás, a cidade respira arte, com manifestações por todos os lados, principalmente pelas ruas. Olhe pra todas as direções. Nem tudo é publicidade, cartaz ou pichação. Com vida dinâmica, várias galerias surgem em Berlim, com diferentes estilos, mas muita riqueza visual. São milhares espalhadas pela cidade. Aqui estão alguns endereços das galerias de artes (e museus) descoladas que recomendo visitar em Berlim.     KW Institute of Contemporary Art O lugar é super agradável, você entra e já dá de cara Continuar lendo…

quem seguir no instagram

O instagram não para de crescer. Foi comprado pelo Facebook por US$1 bi, abriu para Android, e cada vez mais conquista usuários que adoram registrar suas andanças, comidas, leituras e lazer através de fotos com filtros retrôs bacanas. Eu sou viciada, assumida, convicta, e compartilho com vocês alguns usuários que adoro no instagram.   viagem everythingeverywhere – um nômade pelo mundo. wheresandrew – viaja com a National Geographic. jackhollingsworth – fotografo profissional viajante.   gastronomia alifewortheating – gastronomia pelo mundo. chefjgv – do chef Jean-Georges Vongerichten. alice_gao – fotografa de gastronomia.   fotografia keepsy – do site Keepsy que faz Continuar lendo…

roteiro cultural de Salvador, Bahia

DSC_0768-v2

Salvador tem uma cultura própria, enraizada no seu passado. Não há outro lugar no Brasil que vá tão a fundo na influência dos escravos africanos. É evidente na cor da pele, na cor da comida, no batido dos timbais, na tradição do candomblé, nas oferendas no mar. No meio deste sincretismo estão atrações culturais, passando pelos locais cantados, pintados, retratados e desfrutados por Caetano, Gil, Betânia, Gal, Caymmi,  Carybé, Pierre Verger… Este é o meu roteiro cultural de Salvador para você.   MAM – Museu de Arte Moderna Arte dentro de um contexto colonial com vista para o mar, com Continuar lendo…

a Polaroid voltou, em edição limitada

Pra quem ainda sonha com uma Polaroid (mesmo com centenas de aplicativos de iPhone com resultados digitais parecidos), há uma boa notícia. Você já pode matar a sua saudade ou (se for de outra geração) ter o prazer da experiência de tirar fotos instantâneas, como toda a retromania que você tem direito, com a Polaroid SX-70, original, em edição limitada com filmes também, claro. Hipsters, façam espaço na bolsa, alem das Lomos, você vai se sentir o próprio artista clicando por aí com esta Polaroid. Compre aqui por US$350.

lojas Taschen – os melhores livros de arte, design, fotografia e viagens

DSC_0682-v21

Nos tempos em que livrarias se esforçam para se manter abertas, vemos uma em particular que não para de abrir lojas (maravilhosas) pelo mundo: a provocante editora alemã de livros de arte, design, fotografia e viagens Taschen. Aqui nos Estados Unidos vimos a Borders fechar as portas e está cada vez mais difícil achar uma Barnes & Noble aberta. É uma pena ver esses paraísos da leitura se fechando. Mas atenção – não perca as lojas da Taschen, que tem outro conceito. Nada de romances ou livros paperback (capa de papel). São coffee table books (livros de mesa de centro) Continuar lendo…

karoshi, a palavra japonesa para a morte pelo excesso de trabalho

escola-Nagano

Em 2006 eu passei quase 2 meses no Japão com uma ONG Americana. Muita gente perguntava – o que tem para fazer e ajudar em um país tão rico? Eu respondia que não é só país pobre que precisa de ajuda. Nossa missão no Japão, entre outras coisas, era trabalhar com crianças e jovens, passando uma mensagem de paz, devido à discriminação e pouco entrosamento entre os imigrantes e por outro lado, o estilo de vida dos japoneses que trabalham longas horas por dia, causando níveis de estresse e insatisfação altíssimos. Um dia no metrô de Tóquio, percebi que o Continuar lendo…

capas de iPhone escapistas

Desde que postei no instagram que minhas capas de iPhone escapistas chegaram, várias pessoas andam me perguntando onde comprei estas lindezas. Uma delas é com um mapa mundi feito de colagens de fotos. E outra é uma câmera retrô. Minhas duas paixões – fotografia e o mundo para eu desbravar. Comprei as capinhas em um site americano super bacana que tem capas de iPhone, gravuras, cartões, com fotos, ilustrações e artes lindas, o Society6 : http://society6.com   Cuidado: você VAI se apaixonar.

Dupont Circle, um bairro cosmopolita e multicultural em Washington DC

DSC_0511-v2

Dupont Circle é um bairro cosmopolita em Washington DC, atraindo a população multicultural, intelectual, gourmet e descolada da cidade. Entre livrarias, restaurantes, galerias, museus, bares, lojas e cafés, me “perco” neste bairro que adoro. O círculo na primavera e verão é ponto de encontro, lugar para estender um pano e ler um livro, fazer um piquenique ou só “people watch” – observar as pessoas. Entre os bancos, a grama e a fonte no centro, tem sempre gente transitando. Dupont Circle tem uma vibe internacional urbana, com uma diversidade, incluindo o público GLS. É também um dos centros da vida noturna. Continuar lendo…