a região vinícola da África do Sul

melhores vinícolas para degustação Franschoek África do Sul Haute Cabriere

Franschoek, Paarl e Stellenbosch formam a região vinícola, ou  melhor, enogastronômica da África do Sul. A história de Franschoek se estende há mais de 300 anos atrás, na França nos anos 1600. Esta era uma época de perseguição religiosa pela católicos que regiam o país e oprimiam os protestantes. Consequentemente muitos protestantes se tornaram refugiados em outros países europeus, um deles sendo os Países Baixos (Holanda). A Dutch East India Company, maior multinacional da época enviava navios da Holanda para a Índias e tinha uma pequeno colônia na ponta do que hoje é a África do Sul, a Cape colony, Continuar lendo…

doces, macarons, cafés, queijos, azeites, pães em Paris

DSC_0003-v2

Ah, Paris, terra boa pra comer e comprar ingredientes. Neste primeiro post quero compartilhar alguns lugares onde adoro comer e comprar comida em Paris, mas não vou incluir restaurantes. Apenas alguns cafés, lojas, pâtisseries… Vamos pra Paris? C’est si bon!   Café da manhã no Le Deux Magots Ok, este é óbvio e até turístico, mas também tradicional e muito gostoso. Ernest Hemingway, Jean Paul Sartre e Pablo Picasso bebericaram e trocaram filosofias por aqui. Você senta de frente, vendo a vida passar, comendo delicias para já começar o dia encantando com Paris. O crottin chaud com queijo de cabra Continuar lendo…

restaurante Vieira Souto – um clássico italiano em Ipanema

DSC_0814-v2

Lembram do restaurante Gourmet Praia de José Hugo Celidônio em Ipanema? Aquela casa belíssima virou uma casa de eventos por um tempo e há pouco mais de seis meses, sem fazer muito buzz, virou o restaurante Vieira Souto em Ipanema, que já virou um endereço badalado da alta gastronomia carioca. No comando, uma equipe experiente: João Souza, um dos melhores sommeliers da cidade, ex- Terzetto e o maître Cadu Costa, ex- Gero. Na cozinha, os chefs Jessé Valentim e Claudio Mendonça. Para começar, a carta de vinhos é excelente, misturando rótulos renomados com bons custo-benefício. Não podia ser diferente, João, Continuar lendo…

Por que ir para Annapolis, Maryland

DSC_0100-v2

Annapolis é a capital do estado de Maryland, que fica aqui pertinho de Washington DC. Recomendo este passeio que fica a apenas 40 minutos de carro de Washington DC, onde você sai do cenário cidade, vê bastante água e anda por uma cidadezinha charmosa. Aconselho dormir lá para aproveitar um dia todo e voltar no dia seguinte. Aqui estão as minhas razões pelas quais ir a Annapolis, Maryland:   1.Para comer os melhores siris da sua vida. Annapolis é conhecida por ter os melhores crabs (siris) dos Estados Unidos. O Chesapeake Bay é o lar dessas gostosuras que chegam fresquinhos Continuar lendo…

Beer Paradise, Gramado

img_0394-v2

Encontrei em Gramado uma loja de cervejas especiais, a Beer Paradise. . . Com mais de 63 tipos de cervejas gourmet de vários países como Brasil, Alemanha, Bélgica, França, Inglaterra, Portugal, Holanda, (e muitos outros) você pode além de degustar, escutar histórias interessantes sobre os rótulos. . . Peça uma opinião ao dono da loja, e garanto – você terá que passar um tempo escolhendo. Entre as cervejas especiais, eu destaco três peculiares. A cerveja Deus é conhecida como a cerveja mais pura do mundo. Sofisticada e complexa, é uma cerveja feito no método champenoise. Ela passa cinco anos fermentando em Continuar lendo…

espumantes Adolfo Lona – Garibaldi, RS

img_0360-v2

Em Garibaldi, na região do Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves, RS conheci uma produtora boutique de espumantes – a Adolfo Lona. Eu fui gentilmente recebida por Adolfo Lona, o proprietário, que primeiro me explicou sobre a produção dos espumantes e em seguida apresentou suas belas criações. Ele explicou o processo de tirage, onde a auto clave é fechada com uma tampa parecida com as de cerveja. O gás é formado naturalmente na fermentação alcoólica. As garrafas ficam 2 meses na horizontal. Quando acaba o açúcar, o gás é incorporado e começa a maturação. Durante 12 meses de maturação, a Continuar lendo…

degustação na Casa Valduga, Bento Gonçalves

dsc_0344-v21

Outra degustação de vinhos que gostei muito na minha estadia no Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves foi a da Casa Valduga. Dessas vinícolas mais conhecidas, a Valduga não é tão comercial e apresenta produtos muito bons. Eu descobri lá que a vinícola foi uma das primeiras vinícolas brasileiras a dominar o método champenoise de vinificação de espumantes. A Valduga atualmente é a maior adega de espumantes da América Latina. Eu provei os tintos Duetto – cabernet sauvignon e merlot 2010 – frutado, jovem,mas taninos macios. Premium cabernet sauvignon 2007 – corpo médio, aromas de ameixa e cereja. Gostei muito Continuar lendo…

Casa da Ovelha, Bento Gonçalves

dsc_0407-v2

No roteiro turístico de Caminhos de Pedra em Bento Gonçalves, RS, uma parada obrigatória é a Casa da Ovelha. A casa vende produtos feitos de leite de ovelha, uns para degustar, outros são para a beleza. Antes de fazer a degustação de queijos, molhos pestos e doce de leite, você assiste a um filme contando a história da casa e o processo de fabricação dos produtos. A casa tem uma criação de ovelhas Lacaune. Não venho aqui dizer que propriedades tem o leite de ovelha, mas sim, dizer que são deliciosos e que são um ótimo souvenir para fazer um Continuar lendo…

vinícola Bettú, Garibaldi – RS

dsc_0220-v2

A vinícola Bettú é uma vinícola que não tem pretensão nenhuma a primeira vista, mas surpreende ao mesmo tempo com toda a pretensão que um produto exclusivo pode ter. Vilmar, o proprietário, um wine aficionado quer apenas fazer um vinho que seja apreciado por poucos – os afortunados que já ouviram falar desse encanto de lugar, ou como eu, recebem a dica certa na hora certa. Bettú produz somente 5 mil garrafas por ano com diversas uvas, num processo artesanal que exala carinho pelo produto e paixão pelo o que faz. Eu não conhecia a vinícola, mas como comentei no Continuar lendo…