arquitetura

Atenas – roteiro 1o dia

Com toda crise, Atenas continua cosmopolita, vivida, calorenta e cheia de histórias pra contar. Não podia ser diferente, o berço da civilização ocidental tem muito o que mostrar para seus sentidos e memória (será que você lembra das aulas de história?).

Entre deuses, filósofos, atletas, conflitos políticos e perturbação econômica, você aprecia templos, parques, praças e praias com os gregos – um povo otimista e hedonista que sabe se divertir com todo o vigor de um verdadeiro Olimpo.

Atenas é uma cidade com diversidade de cenários, apesar da maioria das pessoas só pensarem na Acrópole.

A melhor forma de ver e absorver tanta história e cultura é a pé e alguns trechos de transporte público (metrô) que é fácil, seguro e econômico.

 

Venho através deste post (e mais alguns), incentivar as pessoas a explorarem melhor Atenas. Quando visitam a Grécia, a maioria dos turistas passa um dia em Atenas e já partem para as ilhas.

O meu conselho é: fique pelo menos 3 dias, se não 4. Nesta minha última visita a Atenas, preparei com ajuda de locais (fiquei hospedada com amigas gregas e peguei ótimas dicas) um roteiro para viver a verdadeira beleza da cidade.

Sigam-me (com sapatos confortáveis e se for no verão, chapéu e protetor solar), e vejam as delícias que desfrutaram Zorba, Eros, Dionísio… e os gregos na atualidade.

 

Quando ir a Atenas?

Boa parte das pessoas passam poucos dias (só 1 dia) em Atenas, porque vão em pleno verão (julho e agosto), quando é muito calor para ficar andando pela cidade, e em agosto tem pouco gente e pouca vida cultural, por causa das férias coletivas. Por isso, correm logo para as ilhas, que neste período estão lotadas, cheias de festas, baladas e afins (e depois ficam desertas). Então há uma ironia – quando é bom ir nas ilhas, não é tão bom ficar em Atenas.

Para ver Atenas, as boas épocas são o início e o fim do verão pois o clima está agradável, a cidade tem mais gente e mais programações, ou seja, junho e primeira quinzena de setembro.

Julho, apesar de quente, ainda tem gente. Já agosto é o mês vazio, todos vão para praias e ilhas e só os turistas vagam por ali. Este ano até tem mais gente por conta da crise, o povo está sem dinheiro para tirar férias e ir para as ilhas.

Se for em agosto, se prepare para temperaturas altas e sol escaldante. Peguei 42 graus lá nesta época.

 

Vamos ao roteiro.

 

1o dia em Atenas

 

Centro de Atenas

Pegue o metrô e salte na estação Akropolis na linha vermelha. Saia da estação pela esquerda em direção ao Museu da Acrópole.

saída do metrô na parada Akropolis

 

Siga direto até a rua Areopageitou que rodeia a região da Acrópole, possibilitando a vista de todos os monumentos.

Vire a esquerda na rua Areopageitou e ande até o Museu da Acrópole. O museu pode ser visto em 1 – 2 horas. Não deixe de ver o curto vídeo sobre o Parthenon no 2o andar.

 

Museu da Acrópole

Horários:
Terça – Domingo: 8h00 – 20h00 (última entrada é as 19h30)
Sexta: até as 22h00
Entrada: 5 euros

 

Aberto em 2009, esta estrutura de cimento e vidro é linda. Muitas das obras expostas ali (maravilhosas) estavam guardadas há mais de 200 anos. O chão de vidro mostra as escavações em andamento, além de estátuas, objetos e esculturas impressionantes. Ou seja, um museu que deve ser visto por todos.

 

Preste atenção a uma coisa – existem partes de obras que estão faltando, mas não estão perdidas, estão em outros países. Isso é um problema político e tanto. A Grécia finalmente construiu um museu digno de abrigar peças de sua história, mas alguns países insistem em não devolver parte disso. Alguns fragmentos foram devolvidos em 2009 pela Itália, Alemanha e o Vaticano. Mas há outras partes que faltam, transformando o belo em um pouco grotesco que estão em Londres (no British Museum), como uma das Karyatids.

Quero acreditar que em breve elas serão devolvidas.

 

Depois de visitar o museu, saia e vire a esquerda na rua Aeropageitou e vá reto até o antigo Teatro Heirodeion, (onde várias estrelas já se apresentaram, como Andrea Bocelli e Yanni). Se o teatro estiver aberto, veja como ele tem sido bem preservado, a acústica é impressionante. Se não estiver aberto, não se desaponte, você poderá vê-lo lá de cima, da Acrópole, com vista panorâmica.

 

Continue na rua Aeropageitou e a sua direita, entre na Acrópole. Ao entrar no monte da Acrópole, preste atenção e olhe a direita para ver o Teatro Heirodeio.

 

Aliás, quando na Acrópole, olhe para todos os lados, pois há muita coisa lá embaixo pra ver.

Na vista de Atenas lá de cima da Acrópole, perceba como a cidade se desenvolveu – sem equilíbrio (muitas casas de um lado, entre ruínas) e como ficou densa em termos de construções. Num período de 50-60 anos, Atenas mudou de uma cidade com ruas largas e rios correndo para uma selva de cimento e pouco verde.

 

Acrópole

Horário: no verão de 8h00 – 19h00
Entrada: 12 euros

 

Dispensa apresentações. Mundialmente conhecida, você se emocionará por finalmente conhecer este marco mundial. E ela não desaponta. O que pode acontecer é estar lotada. O que você precisa é de tempo para ver com calma (e fotografar) tantas coisas que aparecem na sua frente, do lado, atrás, embaixo…

 

 

* Dica: de dia, no verão, a Acrópole está mais cheia e mais quente. A partir das 17hs é mais gostoso de ver, está mais fresco e a luz do dia é mais bonita.

 

Quando sair do monte da Acrópole, com o local de venda de ingressos a sua esquerda, vire a direita e depois a esquerda para voltar pra rua Aeropageitou.

Cruze e entre na área de Pnyka.

Em Pnyka tem uma igreja grega ortodoxa, entre e ascenda uma vela, como é de costume.

 

Saindo da igreja, vire a direita e siga reto para ir até o monte de Pnyka, onde antigamente tinham reuniões do povo grego, local onde Péricles deu discursos. Pnyka tem uma ótima vista da Acrópole e é onde muitos Atenienses vão para fazer piqueniques nos domingos.

 

De Pnyka, volte para a rua Areopageitou e vire a esquerda, descendo o monte, entrando na área de Theisio.

Em Theisio você pode parar pra tomar alguma coisa, como uma cerveja Mythos ou Alpha e beliscar alguma coisa em um dos bares/restaurantes rooftops, como ótimas vistas.

Recomendo os rooftop bars do Chocolat ou do For View, na rua Apostolou Pavlou.

 

Para um café tradicional, onde os locais frequentam, continue na rua Apostolou Pavlou e vire a esquerda na rua Irakleidon onde tem uma sequência de cafés e bares.

 

Recomendo o café/bar Stavlos na rua Irakleidon, um antigo estábulo.

 

Volte para a rua principal, Apostolou Pavlou, e continue reto até ver a rua Adrianou. Vire a direita na rua Adrianou. Nesta rua você pode comer em uma das mezedopoleias (restaurantes de mezzes), comida típica grega seriva em pequenos pratos (como as tapas espanholas) com vista para a Acrópole.

 

Recomendo o restaurante MoMa.

 

De sobremesa, prove os loukoumades, doce típico que é uma especial de doughnut grego. Para loukoumades, vá no Yo look, na rua Adrianou.

 

Prove também o frozen yogurt grego (o melhor que já comi) no Yogolicious, também na rua Adrianou. Recomendo os sabores “greek yogurt” e “masticha” com doce de nozes em cima. Maravilhoso.

 

Continue andando na rua Adrianou, até o final, onde começa a região de Monastiraki, que tem um mercado aberto, cheio de lojas de roupa, artesanato, antiguidades, quase um mercado de pulgas.

A sua esquerda você vai ver antigas ruínas gregas e uma mesquita, uma das mais antigas de Atenas.

 

Da rua Adrianou, siga a direita, até a rua Areos para ir até a área de Monastiraki Plaka.

 

Vire a esquerda na rua Dexippou e esquerda na rua Adrianou. Veja os prédios antigos e lojas gregas tradicionais.

 

Vire a direita na rua Aiolou e ande em frente ao antigo mercado Greco-Romano.

 

Na rua Lysiou siga reto e ande pelas ruazinhas de Plaka, bairro cheio de cafés, casinhas com buganvílias, música ao vivo e muita alegria. Vá no Melina Kafe para tomar um café grego (igual ao turco).

 

Para o 1o dia tá bom né? É muita caminhada, mas é assim que você realmente conhecerá a cidade.

Bom descanso, amanhã tem mais. Atenas te espera.

 

6 thoughts on “Atenas – roteiro 1o dia

  1. Amazing photos and description! Although Portuguese is not my native language, using the help of the Internet I was able to translate most of the content :) Keep up the good work and I cannot wait to see the tips for days 2 & 3 and the islands. Kisses my dear!

  2. Oi Tete!

    Adorei esse post e todas as fotos que vc postou no instagram!!!
    Não conheço a Grécia, mas sempre ouvi recomendações de ficar apenas um dia em Atenas, como vc citou no início do post. A julgar pelas suas fotos, tem muita coisa legal por lá. Quando for, seguirei o seu roteiro com certeza!! Com direito a parada em todos os rooftop bars que vc postou fotos! #adoro
    Bjs, Anna

    • oi Bia,

      quando mudei o layout do blog, alguns posts ficaram assim, estou tentando consertar… aproveitem a Grécia e qualquer dúvida é só falar! bjo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


seven − 5 =

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>